O povo paga a conta




O noticiário nacional, desde que as pedaladas fiscais mostraram a verdadeira situação econômica do país, tem diariamente informado as inúmeras  tentativas do governo de passar para a população a obrigação de pagar a conta da corrupção desenfreada, que foi institucionalizadas por Lula e continuada nos governos Dilma. 
Estarrecidos com os valores bilionários da corrupção instalada no Brasil durante o governo PT, os brasileiros acompanham as notícias da mídia e não entendem porque a conta do roubo do governo tem que ser paga por eles.
O filho do Lula, um ex-funcionário público do zoológico, tem empresas milionárias no Brasil e no exterior; os mensaleiros e os petroleiros ganharam centenas de milhões de reais e quase todos estão fora da cadeia; os partidos políticos elegeram seus representantes com o dinheiro roubado público que deveriam ter sido aplicado em programas e projetos estruturantes governamentais; Dilma doou, sem a permissão do povo brasileiro, milhões de dólares a vários países de tendência comunista na América Latina e na África; os paraísos fiscais acobertam nosso erário público roubado e aí o governo tem a cara de pau de mandar o povo pagar a conta. 
Porque motivo temos que dar mais dinheiro para o governo, pagar impostos e taxas abusivas diminuindo os nossos parcos vencimento para tapar os buracos deixados pela corrupção? 
Porque Dilma, seus aliados, Lula e todos os  que se locupletaram não pagam a conta, devolvendo o produto do roubo para o caixa do governo?
Não temos escolas para nossos filhos, o povo está morrendo na porta dos hospitais, nossas estradas estão intransitáveis, o sistema energético está em colapso, o meio ambiente esquecido, a violência campeia em todos lugares, o desemprego e a desesperança estão fazendo parte de mais de um terço da vida dos brasileiros. Porque temos que pagar a conta? 
Para manter o governo corrupto que aí está? Que não tem mais credibilidade para governar e o povo quer depor? Aumentar o dinheiro para a corrupção não seria uma insanidade?
Indiferente ao sofrimento do povo, plagiando o modo Dilmês de comunicação "o poder continua mandando, já mandou, vai mandar" projetos de lei ou baixando decretos que retira mais  dinheiro  do bolso da população, afinal as eleições municipais estão chegando e os aliados, que nem raposas matreiras começam a cobrar sua fatia no bolo. E aí José? 



Postagens mais visitadas deste blog

O XADREZ DA SAÚDE

Rollemberg na lista da JBS